Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Mostrando itens por marcador: mctic Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Webinar aborda soluções ambientais para a sustentabilidade da Matriz Energética
Início do conteúdo da página

Com o objetivo de fornecer dados oficiais relacionados à pandemia, o governo federal lançou em março, por meio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), o Infográfico Interativo sobre o coronavírus, que apresenta dados atualizados e uma linha do tempo com notícias em ordem cronológica de diversas fontes relacionadas à COVID-19.

O site agora faz parte do portal #CiênciaMCTICnoCombate #COVID19, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) que agrupa as ações que o Ibict e outras instituições ligadas ao Ministério têm desenvolvido na área de pesquisa científica sobre a pandemia.

Trata-se de um mapa interativo com base no Sistema Aberto de Observatório para Visualização de Informações (Visão), criado pelo Ibict, em que é possível acessar e cruzar dados atualizados sobre o coronavírus como, por exemplo, o número de casos informados pelos órgãos oficiais.

O sistema permite a verificação de vários tipos de dados que podem ser facilmente acessados por meio de três elementos principais: indicadores (população por faixa etária, situação de trabalho e quantidade de profissionais de saúde, entre outros); filtros (como região, tipo de transmissão, número de casos confirmados, óbitos e pacientes recuperados); ou camadas (como hospitais de referência).

Há também uma linha do tempo em que são organizadas informações em ordem cronológica com a trajetória da COVID-19 desde o dia 26 de fevereiro, quando foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Brasil. A linha mostra notícias publicadas nos principais meios de comunicação do Brasil e permite a navegação de forma linear ou por data de publicação dos textos.

O portal #CiênciaMCTICnoCombate #COVID19 apresenta mais três áreas: a Rede Vírus MCTIC, com atividades promovidas pelo ministério; o Universo Científico, com ações de disseminação de informações científicas para pesquisadores e o Ciência em Casa MCTIC, com atividades científicas, jogos e informações destinadas a levar à população o conhecimento científico de forma lúdica.

Para ter acesso às informações do Infográfico, clique aqui.

Lucas Guedes
Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

O ministro Marcos Pontes anunciou, em cerimônia realizada na noite de 20 de maio, o lançamento do portal #CiênciaMCTICnoCombate #COVID19, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que conta com atuação direta do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

O evento aconteceu no auditório do MCTIC e contou com a participação da diretora do Ibict, Cecília Leite, do secretário executivo do MCTIC Julio Semeghini, do presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Evaldo Vilela e do deputado federal Cezinha de Madureira. Participaram ainda, por videoconferência, a diretora e representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, Marlova Noleto e do presidente da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), Sigmar Rode.

Com o objetivo de sistematizar e disponibilizar informações científicas sobre a COVID-19, o portal servirá como um agregador de ações do Ibict, bem como de outros órgãos de apoio ou unidades vinculadas ao MCTIC, que estejam lidando com o tema e que possam auxiliar a sociedade a ter acesso oficial e de qualidade a dados sobre a pandemia.

Para Marcos Pontes, a única arma para combater a pandemia é a ciência. “Tenho certeza que este portal vai ser extremamente importante para alavancar as pesquisas e para trazer informações rápidas. Um portal como este tem uma capacidade gigantesca de ajudar nossos cientistas e nossa sociedade a conhecerem melhor este problema e encontrar soluções”, relata o ministro.

Cecília Leite, diretora do Ibict, afirma que a parceria com o MCTIC para o desenvolvimento do portal “é uma grande oportunidade de poder reunir as informações existentes sobre o coronavírus e facilitar o trabalho de pesquisa, mas também de deixar muito clara a importância da ciência da informação neste momento”.

A estrutura do portal

O portal é dividido em quatro áreas: Rede Vírus MCTIC, com atividades promovidas pelo ministério; Infográfico Interativo, que permite a visualização de dados relacionados à COVID-19; Universo Científico, com ações de disseminação de informações científicas para pesquisadores e Ciência em Casa MCTIC, com atividades científicas, jogos e informações destinadas a levar à população o conhecimento científico de forma lúdica.

Rede Vírus MCTIC é um comitê de assessoramento estratégico que reúne especialistas, representantes de governo, agências de fomento do ministério, centros de pesquisa e universidades cujo objetivo é integrar iniciativas em combate a viroses emergentes. Criada pelo MCTIC, a rede atua na articulação de laboratórios de pesquisa, com foco na eficiência econômica e na otimização e complementaridade da infraestrutura e de atividades de pesquisa, em especial com o coronavírus.

No Infográfico Interativo, baseado no Sistema Aberto de Observatório para Visualização de Informações (Visão), será possível obter dados e informações oficiais e atualizadas por estado relacionadas à pandemia e permite a interação com outros tipos de dados oficiais, como população por faixa etária, lista de hospitais de referência, além de ser possível a aplicação de filtros geográficos. Há também uma linha do tempo em que são organizadas informações cronológicas de diversas fontes relacionadas à COVID-19.

Em Universo Científico são apresentadas ações relacionadas à pesquisa na temática do coronavírus, que podem ser acessadas a partir de nove categorias: Diretório de fontes de informação científica de livre acesso sobre o coronavírus, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da UNESCO; Rede de especialistas e pesquisas; Repositório de pré-prints EmeRI, com apoio da ABEC; Observatório de evidências científicas sobre a COVID-19; lista de fontes de fomento; perfil bio-bibliográfico de especialistas brasileiros que estudam a doença; lista de portais sobre a COVID-19 pelo mundo; Acessibilidade – COVID-19, com informações sobre a doença para comunidades de cegos e de surdos; e o Boletim Temático do Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Já o Ciência em Casa MCTIC traz grande parte do conteúdo do Canal Ciência do Ibict, com atividades científicas, jogos e informações apresentadas de forma lúdica e divertida para alunos e professores de ensino fundamental e médio que estão em casa no período de isolamento.

O portal também está formando um banco de voluntários com pessoas que já contraíram o vírus COVID-19 e estão recuperadas, não apresentando carga viral.

O projeto foi liderado pela equipe do Gabinete do MCTIC com atuação direta da Secretaria de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (SEFAE) e pela diretoria do Ibict, por meio da Coordenação-geral de Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Produtos (CGNP), pela Coordenação-geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos Consolidados (CGPC) e pela Coordenação-geral de Tecnologias da Informação e Informática (CGTI).

Clique aqui para acessar ao portal.

Lucas Guedes
Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

O setor produtivo brasileiro tem enfrentado uma série de consequências com a pandemia do novo coronavírus e vivenciado grandes impactos econômicos na indústria, no comércio e nos serviços de pequeno, médio e grande porte.

Com as restrições de circulação da população e a paralização temporária de alguns serviços, como forma de prevenção e combate ao vírus, os microempreendedores tendem a ser bastante afetados em decorrência da diminuição das vendas.

Desde 2004, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com apoio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), mantém o Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas, o SBRT, um sistema gratuito de informação tecnológica que tem a missão de orientar na solução de problemas em produtos, sobretudo de pequenos negócios. O serviço conta ainda com a parceria do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Em novembro de 2019, na comemoração dos 15 anos do SBRT, o ministro Marcos Pontes destacou a importância do serviço. “A real finalidade de um ministério como o MCTIC é reduzir o gap entre produção de conhecimento e produção de inovação”, disse no evento, que contou com a presença de representantes das instituições parceiras e de empresários beneficiados pelo programa.

Durante a pandemia, o serviço tem sido uma fonte essencial de pesquisa para microempreendedores que querem começar um novo negócio, que precisam melhorar seus processos de produção ou desenvolver novos produtos. Por meio do serviço, podem contar com soluções personalizadas para resolver problemas de tecnologia de baixa complexidade em diversas áreas de atuação.

Para Marcel Garcia de Souza, coordenador de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos do Ibict (COTEA), o SBRT vai ajudar pessoas que necessitam se reinventar e buscar novas fontes de renda em meio à crise. “O SBRT é uma ferramenta poderosa no período da pandemia e vai ajudar pessoas que ficaram desempregadas, que queiram se aprofundar mais em seus negócios ou até mesmo iniciar um novo projeto”, explica.

Segundo o coordenador, houve um aumento significativo das pesquisas no site em relação ao mesmo período do ano passado e já há, inclusive, questões relacionadas diretamente à pandemia. Como exemplo, há uma resposta técnica publicada recentemente, que apresenta informações sobre os materiais de fabricação de máscaras de proteção ao COVID-19 por meio de impressoras 3D. Com uma introdução ao tema, seguida de recomendações, o documento apresenta dados científicos e referenciados, que proporcionam ao usuário toda a base necessária para a realização do procedimento requisitado.

Há ainda soluções para questões relacionadas à fabricação de álcool gel 70%, de respiradores mecânicos e ventiladores pulmonares até melhores formas de higienização de roupas em durante a pandemia. As respostas são personalizadas na forma de documentos técnicos que ficam armazenados na base de conteúdos hospedada pelo Ibict.

Para acessar as respostas mais recentes, clique aqui.

Como funciona o SBRT

No intuito de atender as demandas de empreendedores que necessitam de informações técnicas para a melhoria de seus produtos e processos, o SBRT possui um banco de dados com quase 34 mil respostas e dossiês técnicos, resultado de cerca de 66 mil perguntas realizadas pelos usuários da plataforma com mais de um milhão de acessos diretos aos seus conteúdos desde a sua criação.

Para elaborar as repostas técnicas, fazem parte da rede: Agência USP de Inovação – Universidade de São Paulo (AUSPIN), Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília (CDT/UnB), Instituto Euvaldo Lodi da Bahia (IEL/BA), Instituto Euvaldo Lodi de Minas Gerais (IEL/MG), Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (Redetec), Sistema Integrado de Respostas Técnicas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (SIRT/UNESP), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/Departamento Regional do Amazonas (Senai/AM) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/Departamento Regional do Rio Grande do Sul (SENAI-RS).

Quem se interessar em enviar uma questão, basta realizar um cadastro no site do SBRT e preencher os campos solicitados. Antes de realizar a solicitação, recomenda-se fazer uma busca para consultar o banco de Informação e verificar se já não existe uma resposta. Caso não encontre, deve-se escolher a opção “Fazer Nova Solicitação”, que será encaminhada automaticamente à instituição integrante da rede mais próxima de você e respondida por especialistas.

O sistema envia, então, um link da resposta para o endereço de e-mail informado no cadastro com a solução personalizada, que será publicada na base de dados do sistema de informação SBRT (sem identificação do autor da pergunta) para divulgação e livre utilização por outros empreendedores ou microempresários que estejam passando pela mesma necessidade tecnológica. O prazo para a resposta é de 8 dias.

Lucas Guedes
Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou o site Ciência em Casa MCTIC, um espaço que traz atividades científicas, jogos e informações destinadas a levar à população o conhecimento científico de forma lúdica e divertida.

O anúncio da ação, que conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), foi feito na tarde de ontem (14/04) pelo ministro astronauta Marcos Pontes, na coletiva de imprensa cedida no Palácio do Planalto, em Brasília.

Para o ministro, o site pode contribuir para a educação científica durante a quarentena, uma vez que as crianças podem usufruir de seus atrativos durante o tempo em que estiverem em casa. “É uma boa maneira para se divertir e aproveitar para conhecer mais sobre Ciência e Tecnologia".

A diretora do Ibict, Cecília Leite, diz que está muito satisfeita com a contribuição do Ibict neste momento de pandemia, pois as atividades propostas podem ajudar especialmente as pessoas que estão em casa sem acesso presencial à escola.“ O Ibict, junto ao ministério, tem exercido seu papel na disseminação da divulgação científica e deixado um legado positivo no que diz respeito à Ciência e Tecnologia neste tempo de quarentena”, afirma.

Tiago Braga, coordenador-geral de Tecnologias da Informação e Informática (CGTI) explica que o site possui uma navegação linear e direta que permite o acesso de qualquer conteúdo com apenas dois cliques. “Toda a parte de concepção e desenvolvimento tecnológico foi construído pelo Ibict no intuito de permitir que as pessoas possam acessar o conteúdo a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, não requer nenhum tipo de acesso especial, como logins e senhas”.

Para Wagner Fischer, responsável pelo Canal Ciência do Ibict, o objetivo do Ciência em Casa MCTIC é reverberar muito do que o Ibict já faz por meio do Canal, projeto da Coordenação de Redes e Serviços de Informação de Novos Produtos (CORES) que cedeu grande parte de seu conteúdo para o novo site, podendo levar divulgação científica e tecnológica de forma mais interessante para alunos e professores de ensino fundamental e médio que estão em casa.

O site fará parte de um novo portal com lançamento previsto para os próximos dias, que busca sistematizar e disponibilizar as informações sobre a COVID-19. O espaço contará com seções como Rede Vírus MCTIC, com atividades promovidas pelo ministério; Infográfico Interativo (Visão), que permite a visualização de dados relacionados à COVID-19; e Universo Científico, com ações de disseminação de informações científicas para pesquisadores.

Para acessar o Ciência em Casa MCTIC, clique aqui.

Lucas Guedes, Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias
Terça, 03 Dezembro 2019 13:32

Clipping Ibict: terça-feira 03/12/2019

Ibict na Midia

 

MCTIC lança programa para combater impactos de derramamento de óleo - As ações e resultados do Programa Ciência no Mar MCTIC poderão ser consultados no site www.ciencianomar.mctic.gov.br, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), uma unidade de pesquisa do MCTIC.

https://www.cenariomt.com.br/2019/12/02/mctic-lanca-programa-para-combater-impactos-de-derramamento-de-oleo/

 

Diversas

 

Cientistas da UFRJ anunciam nova descoberta sobre ELA - Pesquisa abre novo caminho na busca de tratamento para a doença neuromuscular

https://oglobo.globo.com/sociedade/cientistas-da-ufrj-anunciam-nova-descoberta-sobre-ela-24113483

 

Em defesa da ciência - Líderes de partidos propõem resgatar financiamento à pesquisa para superar a crise econômica

https://revistapesquisa.fapesp.br/2019/12/02/em-defesa-da-ciencia/

 

Governo federal institui Programa Ciência na Escola...  O texto está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 3, e define que são objetivos do programa: aprimorar o ensino de Ciências nas escolas de educação básica; promover o ensino por investigação voltado à solução de problemas; intensificar a qualificação de professores da educação básica para o ensino de Ciências; estimular o interesse dos alunos da educação básica pelas carreiras científicas; identificar jovens talentos para as Ciências; fomentar a implementação de soluções inovadoras que contribuam para aprimorar o ensino e o aprendizado de Ciências; incentivar o uso de novas tecnologias educacionais e novos métodos de ensino de Ciências; fortalecer a interaç... - Veja mais em

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2019/12/03/governo-federal-institui-programa-ciencia-na-escola.htm

 

Com dados de mais de 300 ICTs, MCTIC lança Relatório Formict 2018 - Documento sobre Política de Propriedade Intelectual das Instituições Científicas e Tecnológicas e de Inovação do Brasil é importante indicador da atividade CT&I no Brasil

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/12/Com_dados_de_mais_de_300_ICTs_MCTIC_lanca_Relatorio_Formict_2018.html

 

Consulta Pública MCTIC – Política Nacional de Inovação – Participe –  O objetivo da ferramenta é disponibilizar mais um canal de interação entre o MCTIC e os cidadãos, para permitir a participação popular na gestão pública, em temas de interesse público, por meio do envio de contribuições (sugestões, críticas e comentários) relativas ao conteúdo do objeto de consulta. As contribuições deverão ser realizadas diretamente no documento eletrônico disponível no sítio eletrônico do MCTIC, e poderão ser preenchidas ou revisadas no período de 08 de novembro até o dia 18 de dezembro de 2019.

https://ibrasil.mctic.gov.br/consulta

 

Facebook alerta sobre o risco do compartilhamento de dados - A empresa alertou a União Europeia sobre a ideia de disponibilizar arquivos de dados para empresas rivais

https://olhardigital.com.br/fique_seguro/noticia/facebook-alerta-sobre-o-risco-do-compartilhamento-de-dados/93806

 

Evento do IF Sertão-PE busca aproximar Ciência e Tecnologia da população em Petrolina  

https://g1.globo.com/pe/petrolina-regiao/noticia/2019/12/01/evento-do-if-sertao-pe-busca-aproximar-ciencia-e-tecnologia-da-populacao-em-petrolina.ghtml

 

Especial | O que Aids, ciência, tecnologia e cultura têm em comum?

https://canaltech.com.br/saude/especial-o-que-aids-ciencia-tecnologia-e-cultura-tem-em-comum-156725/

Publicado em Clipping C&T
Segunda, 02 Dezembro 2019 12:20

Clipping Ibict: segunda-feira 02/12/2019

Ibict ACONTECE

Reunião técnica sobre Política de Dados Abertos em SP - A reunião foi realizada com o objetivo de promover um diálogo entre atores interessados a respeito das mudanças necessárias na condução da Política de Dados Abertos do Poder Executivo Federal, agora sob gestão da Controladoria-Geral da União (CGU). O Ibict foi representado na reunião por Tiago Braga, coordenador-geral de Tecnologias de Informação e Informática, e Bianca Amaro, coordenadora-geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos Consolidados.

http://www.ibict.br/sala-de-imprensa/noticias/item/1310-confoa

 

Seminário debate Ciência Aberta em Moçambique - O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) esteve presente no II Seminário de Acesso Aberto à Ciência Aberta em Moçambique. O evento ocorreu nos dias 13 e 14 de novembro, na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo. Participaram representantes de instituições de Moçambique, Brasil, Portugal e Suécia.

http://www.ibict.br/sala-de-imprensa/noticias/item/1414-seminario-debate-ciencia-aberta-em-mocambique

 

Ibict lança site para o programa Ciência no Mar MCTIC - - Marcelo Morales, secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas do MCTIC, destaca  a importância de comunicar as ações do programa. “No site gente vai colocar todas as informações dos resultados das pesquisas desse enfrentamento científico do desastre que aconteceu na costa brasileira. Então o Ibict é extremamente importante. Construímos o site e estamos comunicando de forma clara e objetiva o que estamos fazendo no Ministério da Ciência e da Tecnologia”.

http://www.ibict.br/sala-de-imprensa/noticias/item/1416-ibict-lanca-site-para-o-programa-ciencia-no-mar-mctic

 

SBRT na Mídia:

Tecpar opera há 15 anos serviço que apoia inovação no país - O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), uma das instituições fundadoras do Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT), participou quinta-feira (28), em Brasília, do evento em celebração de 15 anos do serviço, idealizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=104853&tit=Tecpar-opera-ha-15-anos-servico-que-apoia-inovacao-no-pais--

 

Diversas:

Nota de esclarecimento sobre a execução orçamentária do MCTIC - O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) esclarece que 91,2% dos recursos orçamentários disponíveis para empenho do ministério já foram executados neste ano, o que corresponde a R$ 4,286 bilhões, de um total de R$ 4,697 bilhões de limite de empenho, diferentemente do que foi informado no jornal O Globo, na edição de 29 de novembro de 2019.

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/11/Nota_de_esclarecimento_sobre_a_execucao_orcamentaria_do_MCTIC_.html

 

No mês de aniversário de BH, 'Aqui tem ciência' destaca pesquisas sobre a cidade - Por fim, no dia 23, o quarto programa da série aborda tese de doutorado defendida no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação sobre líderes religiosos de BH. O objetivo do trabalho foi entender como esses líderes religiosos usam os canais e as fontes de informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões.

https://ufmg.br/comunicacao/noticias/no-mes-de-aniversario-de-bh-aqui-tem-ciencia-sera-dedicado-a-pesquisas-sobre-a-cidade

 

Tecnologia permite usar luz para transmitir informação em sistema quântico - “Características quânticas inspiram novos conceitos em ciência da informação, em um cenário no qual a eficiência na computação, no armazenamento e no transporte de informação pode ser ampliada”, disse Paulo Nussenzveig, professor titular no Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP).

https://exame.abril.com.br/ciencia/tecnologia-permite-usar-luz-para-transmitir-informacao-em-sistema-quantico/

 

As bibliotecas e a transformação social - Seminário realizado pela Rede de Bibliotecas Comunitárias 'Sou de Minas, Uai' discute potencial das bibliotecas no enfrentamento das desigualdades sociais e na formação dos cidadãos

https://www.publishnews.com.br/materias/2019/11/25/as-bibliotecas-e-a-transformacao-social

Publicado em Clipping C&T

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou nesta quarta-feira (27) o Programa Ciência no Mar MCTIC, que tem como objetivos o enfrentamento imediato do derramamento de óleo na costa brasileira e outras iniciativas para gerar conhecimento e soluções para nossos mares e áreas costeiras. “É necessária uma resposta rápida, com um trabalho baseado em dados científicos”, afirmou o ministro Marcos Pontes, durante a cerimônia de lançamento do programa.

O Ciência no Mar MCTIC está centrado em três ações de curto, médio e longo prazos para produção de pesquisa, projetos e soluções tecnológicas para as demandas imediatas e também preventivas relacionadas ao mar. O trabalho terá como foco de atuação quatro áreas prioritárias: segurança alimentar; balneabilidade e impactos na saúde da população; impactos sobre ecossistema e controle e remediação.

O programa foi desenvolvido em articulação com o Grupo de Acompanhamento e Avaliação da Marinha (GAA) e com participação da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “Esse programa demonstra a capacidade de ação conjunta entre o ministério, outros órgãos e entidades científicas para obter resultados de impacto nacional, para o país”, destacou o ministro Marcos Pontes.

As ações e resultados do Programa Ciência no Mar MCTIC poderão ser consultados no site www.ciencianomar.mctic.gov.br, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), uma unidade de pesquisa do MCTIC. Já está disponível no site, entre outras informações, um mapa interativo que apresenta visualmente o impacto do derramamento de óleo no litoral brasileiro, agrega notícias oficiais e realiza buscas de produções científicas em acesso aberto relacionadas ao tema.

Marcelo Morales, secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas do MCTIC, destaca  a importância de comunicar as ações do programa. “No site gente vai colocar todas as informações dos resultados das pesquisas desse enfrentamento científico do desastre que aconteceu na costa brasileira. Então o Ibict é extremamente importante. Construímos o site e estamos comunicando de forma clara e objetiva o que estamos fazendo no Ministério da Ciência e da Tecnologia”.

Cecília Leite, diretora do Ibict, explica que a ação é uma resposta em conjunto com outras instituições de pesquisa vinculadas ao Ministério. “Está sendo muito importante participar dessa luta. Estamos aqui como o instituto de pesquisa que cuida da informação. A gente desenvolveu esse site para o programa e pretende ele seja o grande disseminador das informações oficiais, pesquisas e ações do programa em parceria com o MCTIC. Também é importante que essa informação chegue não apenas para o pesquisador, mas também para a sociedade como um todo”, avalia a diretora.

Carolina Cunha, com informações do MCTIC

Núcleo de Comunicação Social

Publicado em Notícias
Quarta, 13 Novembro 2019 18:11

Clipping Ibict: quarta-feira 13/11/2019

Clipping Ibict: quarta-feira 13/11/2019

 

Brics avançam na cooperação em Ciência e Tecnologia - Na extensa agenda da Cúpula dos Bric que ocorre esta semana em Brasília, os temas de Ciência, Tecnologia & Inovação (CTI) vêm ganhando força por meio de diversas iniciativas de cooperação entre as nações do grupo. De pesquisas conjuntas a ampliação de mercado para startups, os projetos desenvolvidos nos últimos anos abrem oportunidades para acadêmicos, possibilitando avançar nos sistemas de inovação dos países

https://istoe.com.br/brics-avancam-na-cooperacao-em-ciencia-e-tecnologia/

 

O Centro de Inteligência Artificial USP/IBM/FAPESP - 19 de novembro, das 14h às 17h - Sala Alfredo Bosi (IEA) - Rua Praça do Relógio, 109, térreo, Cidade Universitária, São Paulo - Transmissão ao vivo em  iea.usp.br/aovivo - Informações iea-inovacao@usp.br

http://www.fapesp.br/cpe/cpe_em_inteligencia_artificial/53

 

Seminário avalia projetos desenvolvidos em biomas brasileiros - vento em Brasília apresenta andamento de 30 projetos que propõem soluções para uso sustentável da Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/11/Seminario_avalia_projetos_desenvolvidos_em_biomas_brasileiros.html

 

MCTIC lança consulta pública sobre a Política Nacional de Inovação - Desde setembro deste ano, tem sido organizadas reuniões de grupos de trabalho que envolveram atores governamentais, representantes de empresas e startups; agentes financeiros; universidades e instituições de Ciência e Tecnologia (ICT); secretarias estaduais, municipais e Fundações de Amparo à Pesquisa

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/11/MCTIC_lanca_consulta_publica_sobre_a_Politica_Nacional_de_Inovacao.html

 

SisNANO divulga resultado preliminar da segunda chamada pública para laboratórios Iniciativa vai apoiar financeiramente 26 laboratórios de nanotecnologia e nanociências nas 5 Regiões do Brasil. Prazo para interpor recursos vai até 18 de novembro http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/11/SisNANO_divulga_resultado_preliminar_da_segunda_chamada_publica_para_laboratorios.html

 

Bibliotecas do sistema prisional de Alagoas somam mais de doze mil livros - A leitura é fonte de conhecimento, de entretenimento e de aprendizagem. Inúmeras pesquisas comprovam que o ato de ler melhora a função cerebral, além de aperfeiçoar o vocabulário e a escrita. Nesse sentido, a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) segue desenvolvendo políticas que buscam incentivar tal hábito nos reeducandos.

http://www.aquiacontece.com.br/noticia/alagoas/12/11/2019/bibliotecas-do-sistema-prisional-de-alagoas-somam-mais-de-doze-mil-livros/147232

 

Fafich comemora 80 anos de fundação - Série de atividades, nesta quinta, 14, lança olhar sobre o passado da unidade e estimula a reflexão sobre o futuro das humanidades.

https://ufmg.br/comunicacao/noticias/as-mesas-a-placa-e-o-busto-fafich-comemora-80-anos-de-historia

 

Tecnologias na Educação é tema de Seminário Nacional com palestras Online e Gratuitas - A temática central deste ano é Experiências Criativas para Inovação na Educação e foi escolhida para provocar reflexão, debate e inspiração para o uso de novas metodologias, tecnologias e práticas que podem ser exploradas no âmbito educacional. Entre os assuntos abordados estão Realidade Aumentada, Cultura Maker, Gamificação, Robótica, Ensino Híbrido, Sala de Aula Invertida, dentre outros

https://www.terra.com.br/noticias/dino/tecnologias-na-educacao-e-tema-de-seminario-nacional-com-palestras-online-e-gratuitas,23e4b333c8e4bd184ec6785b1cbad607gbq4jh18.html

 

 

Publicado em Clipping C&T
Terça, 05 Novembro 2019 14:04

Clipping: terça-feira 05/11/2019

Clipping: terça-feira 05/11/2019

 

05/11 – Dia Nacional da Língua Portuguesa

Sem Censura – 05/11/2019: lembra o Dia Nacional da Língua Portuguesa - A escolha desta data comemorativa é uma homenagem ao escritor e político brasileiro Ruy Barbosa, que nasceu em 5 de novembro de 1849 e é considerado um grande estudioso da língua portuguesa.

https://oportaln10.com.br/entretenimento/sem-censura-05-11-2019-lembra-o-dia-nacional-da-lingua-portuguesa-94682/

 

Língua portuguesa é falada por cerca de 250 milhões de pessoas

https://www.diariodolitoral.com.br/brasil/lingua-portuguesa-e-falada-por-cerca-de-250-milhoes-de-pessoas/130048/

 

No Dia Nacional da Língua Portuguesa, conheça as bibliotecas públicas de SP - Estado possui sistema que integra mais de 700 unidades na capital e no interior

http://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/no-dia-nacional-da-lingua-portuguesa-conheca-as-bibliotecas-publicas-de-sp/

 

IBICT - ACONTECE

Dia mundial da preservação digital - palestras abertas – Evento com presença do Ibict, por meio da Rede Cariniana –

07 Novembro 2019 | 09:00 - 12:50 - Rua Sena Madureira 1500, São Paulo - Anfiteatro UNIFESP  

https://dpconline.org/events/wdpd-event/wdpd2019-palestras-abertas

 

DIVERSAS

Requerimento de Apoio Institucional a Fundos Patrimoniais/Endowments - Os fundos patrimoniais permitirão que as instituições de CT&I brasileiras realizem pesquisas sem correr o risco de serem surpreendidas negativamente por possíveis diminuições na arrecadação fiscal do governo.

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/textogeral/requerimento-apoio-institucional.html

 

A importância da C&T para o desenvolvimento e sua estrutura de financiamento - O Centro de Pesquisa em Ciência, Tecnologia e Sociedade do Ipea será lançado no dia 7 de novembro, no Rio de Janeiro, durante um painel de discussão sobre a importância do conhecimento científico e tecnológico para o desenvolvimento do Brasil e sua estrutura de financiamento.

http://www.ipea.gov.br/cts/pt/central-de-conteudo/agendas/agenda/63-a-importancia-da-c-t-para-o-desenvolvimento-e-sua-estrutura-de-financiamento

 

Vencedores do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia 2018 são premiados em Brasília - Premiação tem o objetivo de reconhecer trabalhos de pesquisa que contribuam para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países do bloco

http://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/salaImprensa/noticias/arquivos/2019/11/Vencedores_do_Premio_Mercosul_de_Ciencia_e_Tecnologia_2018_sao_premiados_em_Brasilia.html

 

Microsoft grava filme em lâmina de vidro que dura 1.000 anos - Projeto Silica usa lasers para gravar dados dentro de lâminas de vidro com 2mm de espessura, que são resistentes a umidade, abrasão, calor, magnetismo e mais

https://olhardigital.com.br/cinema-e-streaming/noticia/microsoft-grava-filme-em-lamina-de-vidro-que-dura-1-000-anos/92504

 

DERRAMAMENTO DE ÓLEO NO NORDESTE:

Não há como saber se "pior" do óleo ainda está por vir, dizem especialistas...

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2019/11/04/nao-ha-como-saber-se-pior-do-oleo-ainda-esta-por-vir-dizem-especialistas.htm

 

Dona de navio suspeito diz ter provas de que não derramou óleo, alega que não foi acionada e critica Brasil

https://g1.globo.com/natureza/desastre-ambiental-petroleo-praias/noticia/2019/11/04/dona-de-navio-suspeito-diz-ter-provas-de-que-nao-derramou-oleo-alega-que-nao-foi-acionada-e-critica-brasil.ghtml

Publicado em Clipping C&T
Terça, 15 Outubro 2019 10:46

Clipping: terça - feira, 15/10/2019

Clipping:  terça - feira,  15/10/2019

 

SBRT na mídia:

Tecpar integra serviço gratuito de orientação a empreendedores - Como membro do Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas, o Tecpar coloca à disposição de empreendedores, micro e pequenos empresários seus especialistas em gestão da informação para responder as mais diversas dúvidas.

http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=104159&tit=Tecpar-integra-servico-gratuito-de-orientacao-a-empreendedores

 

Diversas:

Participe do mês Nacional da Ciência!

https://www.facebook.com/MCTIC/videos/1655167427948203/

 

Ministério da Ciência e Tecnologia pede à Economia liberação de R$ 180 milhões do orçamento do Sirius

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2019/10/14/mctic-solicita-r-180-milhoes-ao-sirius-mas-nao-da-prazo-para-pagamento.ghtml

 

Weintraub propõe fundir Capes e CNPq para tirar controle da Ciência e Tecnologia

https://amazonasatual.com.br/weintraub-propoe-fundir-capes-e-cnpq-para-tirar-controle-da-ciencia-e-tecnologia/

 

Comissãode Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados  debate na quarta-feira, 16 de outubro, participação de bancos públicos e o fomento à ciência, tecnologia e inovação - O parlamentar entende que as instituições bancárias possuem papel importante no desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da inovação, quando atuam como gestores dos Fundos Constitucionais de Financiamento. “Nesse momento de restrição orçamentária, torna-se mais relevante o somatório de forças que possam de alguma forma contribuir como desenvolvimento da ciência e tecnologia”, afirma.

https://moneytimes.com.br/comissao-debate-participacao-de-bancos-publicos-e-o-fomento-a-ciencia-tecnologia-e-inovacao/

 

Amazônia poderia ser 'Vale do Silício da biodiversidade', dizem pesquisadores - Para participantes do programa Ciência Aberta, investimento em infraestrutura poderia transformar a regiãoNota de Esclarecimento - 08/10/2019

https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2019/10/amazonia-poderia-ser-vale-do-silicio-da-biodiversidade-dizem-pesquisadores.shtml

 

Ifap lança edital para professor efetivo - O Instituto Federal do Amapá (Ifap) publicou o edital do concurso público para selecionar Professor do Ensino Básico Técnico e Tecnológico. São 14 vagas distribuídas entre as seguintes áreas de conhecimento: agroindústria, agrícola, educação especial e inclusiva, educação física, física, matemática, geografia, informática, gestão, veterinária, letras português, letras espanhol e publicidade. As inscrições devem ser feitas através do respectivo site no período de 21/10 a 14/11, com pagamento de taxa no valor de R$ 150,00.

https://chicoterra.com/2019/10/07/ifap-lanca-edital-para-professor-efetivo/

 

Metrôs da América Latina têm a maior presença de micróbios resistentes - O levantamento científico foi conduzido por um consórcio de cientistas da África, América, Ásia, Europa e Australásia, e publicado no BioRxiv, uma plataforma de acesso aberto na internet que permite aos estudiosos disponibilizar suas descobertas imediatamente à comunidade científica.

https://diariodotransporte.com.br/2019/10/05/metros-da-america-latina-tem-a-maior-presenca-de-microbios-resistentes/

 

Ronaldo Pilli é nomeado vice-presidente da FAPESP - Professor titular do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (IQ-Unicamp), Pilli já era membro do Conselho Superior da FAPESP. Ele ocupou os cargos de secretário da Divisão de Química Orgânica da Sociedade Brasileira de Química (SBQ), diretor do IQ-Unicamp, pró-reitor de Pesquisa da Unicamp e membro do Comitê de Assessoramento em Química do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

http://agencia.fapesp.br/ronaldo-pilli-e-nomeado-vice-presidente-da-fapesp/31666/

 

Publicado em Clipping C&T
Página 1 de 2
Fim do conteúdo da página