Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Mostrando itens por marcador: mocambique
Início do conteúdo da página

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) esteve presente no II Seminário de Acesso Aberto à Ciência Aberta em Moçambique. O evento ocorreu nos dias 13 e 14 de novembro, na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo. Participaram representantes de instituições de Moçambique, Brasil, Portugal e Suécia.

O seminário debateu os princípios, políticas e práticas da Ciência Aberta em cada um dos países participantes, além de promover a troca de experiências e capacitações para a promoção da ciência aberta nas instituições de ensino superior e de pesquisa em Moçambique.

“Tivemos a oportunidade de discutir os vários aspetos da Ciência Aberta para que Moçambique possa começar a criar a infraestrutura necessária e disseminar os princípios da filosofia e da cultura de abertura de dados”, afirma Bianca Amaro, coordenadora geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos Consolidados do Ibict.

Durante o evento, Bianca Amaro e Eloy Rodrigues (COAR - Confederation of Open Acccess Repositories) apresentaram o panorama da Ciência Aberta no mundo. Bianca também fez uma apresentação sobre a situação e as tendências do Acesso Aberto no Brasil, mostrando a trajetória do movimento e suas vertentes.

O coordenador do Laboratório de Metodologia de Tratamento e Disseminação da Informação do Ibict, Washington Segundo, apresentou um painel sobre Gestão de Dados de Investigação no Brasil. O especialista destacou as experiências do Portal Brasileiro de Publicações Científicas em Acesso Aberto (oasisbr) e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), criados pelo instituto.  

Workshops

Além do seminário, o Ibict realizou dois workshops voltados para comunidade acadêmica e pesquisadores.

Washington Segundo e João Moreira (CONFOA, FCT Portugal e OPEN AIR) promoveram um workshop sobre sistemas de gestão da pesquisa científica. A atividade destacou como interoperar a produção científica com indicadores de avaliação e mensuração de dados”, conta Washington.

Bianca Amaro participou do Workshop Formação de Formadores, que busca replicar o conhecimento sobre ciência aberta para a comunidade científica e de pesquisa em Moçambique. Para ela, a realização das oficinas representou uma importante ação de disseminação do conhecimento. “A filosofia da Ciência Aberta vai ser multiplicada para várias instituições como universidades e institutos de pesquisa no país”.  

Bianca Amaro acrescenta que outro objetivo do seminário é enriquecer a cooperação entre Brasil e Moçambique, que já possuem uma aproximação para apoiar a criação e o fortalecimento de repositórios científicos no país africano.

Atualmente, Moçambique possui dois repositórios científicos, o SABER (http://www.saber.ac.mz/) e a base da Universidade Eduardo Mondlane (http://www.repositorio.uem.mz/).  De acordo com Washington Segundo, a maior dificuldade atual é a infraestrutura de base tecnológica do país. “Outro desafio é capacitar mais pessoas para cuidar dessas tarefas”.

Rede de repositórios dos países de língua portuguesa

Instituições dos países lusófonos buscam fortalecer a cooperação em políticas relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento. Um dos objetivos é a criação de uma rede de repositórios da produção científica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), formada por nove Estados-membros.

Segundo Bianca Amaro, o seminário fortaleceu a discussão sobre Ciência Aberta em Moçambique. “O país está construindo a infraestrutura de Ciência Aberta. Espero que a nossa presença tenha fortificado a importância do país caminhar nessa direção e se preparar para participar da construção do repositório dos países da CPLP”.  

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social

Publicado em Notícias
Fim do conteúdo da página
Debug de template
Prefixo de posicoes de modulo: com_k2-itemlist
ID Item de menu ativo: 416
LINK Item de menu ativo: index.php?option=com_k2&view=itemlist&layout=category&task=category&id=7