Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > MCTIC e Ibict lançam portal sobre ciência no combate à COVID-19
Início do conteúdo da página

O ministro Marcos Pontes anunciou, em cerimônia realizada na noite de 20 de maio, o lançamento do portal #CiênciaMCTICnoCombate #COVID19, uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que conta com atuação direta do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

O evento aconteceu no auditório do MCTIC e contou com a participação da diretora do Ibict, Cecília Leite, do secretário executivo do MCTIC Julio Semeghini, do presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Evaldo Vilela e do deputado federal Cezinha de Madureira. Participaram ainda, por videoconferência, a diretora e representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, Marlova Noleto e do presidente da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC), Sigmar Rode.

Com o objetivo de sistematizar e disponibilizar informações científicas sobre a COVID-19, o portal servirá como um agregador de ações do Ibict, bem como de outros órgãos de apoio ou unidades vinculadas ao MCTIC, que estejam lidando com o tema e que possam auxiliar a sociedade a ter acesso oficial e de qualidade a dados sobre a pandemia.

Para Marcos Pontes, a única arma para combater a pandemia é a ciência. “Tenho certeza que este portal vai ser extremamente importante para alavancar as pesquisas e para trazer informações rápidas. Um portal como este tem uma capacidade gigantesca de ajudar nossos cientistas e nossa sociedade a conhecerem melhor este problema e encontrar soluções”, relata o ministro.

Cecília Leite, diretora do Ibict, afirma que a parceria com o MCTIC para o desenvolvimento do portal “é uma grande oportunidade de poder reunir as informações existentes sobre o coronavírus e facilitar o trabalho de pesquisa, mas também de deixar muito clara a importância da ciência da informação neste momento”.

A estrutura do portal

O portal é dividido em quatro áreas: Rede Vírus MCTIC, com atividades promovidas pelo ministério; Infográfico Interativo, que permite a visualização de dados relacionados à COVID-19; Universo Científico, com ações de disseminação de informações científicas para pesquisadores e Ciência em Casa MCTIC, com atividades científicas, jogos e informações destinadas a levar à população o conhecimento científico de forma lúdica.

Rede Vírus MCTIC é um comitê de assessoramento estratégico que reúne especialistas, representantes de governo, agências de fomento do ministério, centros de pesquisa e universidades cujo objetivo é integrar iniciativas em combate a viroses emergentes. Criada pelo MCTIC, a rede atua na articulação de laboratórios de pesquisa, com foco na eficiência econômica e na otimização e complementaridade da infraestrutura e de atividades de pesquisa, em especial com o coronavírus.

No Infográfico Interativo, baseado no Sistema Aberto de Observatório para Visualização de Informações (Visão), será possível obter dados e informações oficiais e atualizadas por estado relacionadas à pandemia e permite a interação com outros tipos de dados oficiais, como população por faixa etária, lista de hospitais de referência, além de ser possível a aplicação de filtros geográficos. Há também uma linha do tempo em que são organizadas informações cronológicas de diversas fontes relacionadas à COVID-19.

Em Universo Científico são apresentadas ações relacionadas à pesquisa na temática do coronavírus, que podem ser acessadas a partir de nove categorias: Diretório de fontes de informação científica de livre acesso sobre o coronavírus, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da UNESCO; Rede de especialistas e pesquisas; Repositório de pré-prints EmeRI, com apoio da ABEC; Observatório de evidências científicas sobre a COVID-19; lista de fontes de fomento; perfil bio-bibliográfico de especialistas brasileiros que estudam a doença; lista de portais sobre a COVID-19 pelo mundo; Acessibilidade – COVID-19, com informações sobre a doença para comunidades de cegos e de surdos; e o Boletim Temático do Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Já o Ciência em Casa MCTIC traz grande parte do conteúdo do Canal Ciência do Ibict, com atividades científicas, jogos e informações apresentadas de forma lúdica e divertida para alunos e professores de ensino fundamental e médio que estão em casa no período de isolamento.

O portal também está formando um banco de voluntários com pessoas que já contraíram o vírus COVID-19 e estão recuperadas, não apresentando carga viral.

O projeto foi liderado pela equipe do Gabinete do MCTIC com atuação direta da Secretaria de Políticas para Formação e Ações Estratégicas (SEFAE) e pela diretoria do Ibict, por meio da Coordenação-geral de Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Produtos (CGNP), pela Coordenação-geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos Consolidados (CGPC) e pela Coordenação-geral de Tecnologias da Informação e Informática (CGTI).

Clique aqui para acessar ao portal.

Lucas Guedes
Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

O Canal Ciência do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) acaba de lançar em conjunto com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), nesta terça-feira (19/05), uma novidade para aumentar ainda mais a interação entre a plataforma Ciência em Casa IBICT/MCTIC e o público: o Desafio da Semana

Trata-se de um novo formato dentro do projeto Ciência em Casa MCTIC, em que, a cada semana, um novo desafio será proposto, sempre com temas ligados à ciência e tecnologia, com uma linguagem didática e divertida.

Inaugurando o desafio desta semana, o Canal lançou uma enquete para escolha de mascotes que serão os principais personagens das aventuras e desafios que envolvem a divulgação de descobertas e produtos da ciência e das inovações tecnológicas no Brasil.

Entre as opções disponíveis, o público poderá escolher entre três avatares de garotas e três de garotos. Os mais votados formarão a dupla de mascotes que, futuramente, serão acompanhadas de um robô, uma espécie de tutor das figuras nas aventuras.

Segundo Wagner Fischer, responsável pelo Canal Ciência do Ibict, os mascotes serão adaptados de acordo com a dinâmica das ações do Canal. “Um dia eles podem se vestir de astronauta, outro dia de antropólogo, médico, cientista de laboratório e assim por diante”.

Depois do resultado desta tarefa, serão divulgadas novas enquetes, desta vez para definição dos nomes dos mascotes, dando continuidade na história que as personagens irão protagonizar a cada semana.

Excepcionalmente, o desafio desta semana ficará disponível até o dia 1 de junho e a expectativa é de que haja prêmios para os próximos desafios, principalmente os que envolverem concursos.

Clique aqui para participar do desafio e escolher os mascotes do Canal!

Lucas Guedes
Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) lançou o site Ciência em Casa MCTIC, um espaço que traz atividades científicas, jogos e informações destinadas a levar à população o conhecimento científico de forma lúdica e divertida.

O anúncio da ação, que conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), foi feito na tarde de ontem (14/04) pelo ministro astronauta Marcos Pontes, na coletiva de imprensa cedida no Palácio do Planalto, em Brasília.

Para o ministro, o site pode contribuir para a educação científica durante a quarentena, uma vez que as crianças podem usufruir de seus atrativos durante o tempo em que estiverem em casa. “É uma boa maneira para se divertir e aproveitar para conhecer mais sobre Ciência e Tecnologia".

A diretora do Ibict, Cecília Leite, diz que está muito satisfeita com a contribuição do Ibict neste momento de pandemia, pois as atividades propostas podem ajudar especialmente as pessoas que estão em casa sem acesso presencial à escola.“ O Ibict, junto ao ministério, tem exercido seu papel na disseminação da divulgação científica e deixado um legado positivo no que diz respeito à Ciência e Tecnologia neste tempo de quarentena”, afirma.

Tiago Braga, coordenador-geral de Tecnologias da Informação e Informática (CGTI) explica que o site possui uma navegação linear e direta que permite o acesso de qualquer conteúdo com apenas dois cliques. “Toda a parte de concepção e desenvolvimento tecnológico foi construído pelo Ibict no intuito de permitir que as pessoas possam acessar o conteúdo a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, não requer nenhum tipo de acesso especial, como logins e senhas”.

Para Wagner Fischer, responsável pelo Canal Ciência do Ibict, o objetivo do Ciência em Casa MCTIC é reverberar muito do que o Ibict já faz por meio do Canal, projeto da Coordenação de Redes e Serviços de Informação de Novos Produtos (CORES) que cedeu grande parte de seu conteúdo para o novo site, podendo levar divulgação científica e tecnológica de forma mais interessante para alunos e professores de ensino fundamental e médio que estão em casa.

O site fará parte de um novo portal com lançamento previsto para os próximos dias, que busca sistematizar e disponibilizar as informações sobre a COVID-19. O espaço contará com seções como Rede Vírus MCTIC, com atividades promovidas pelo ministério; Infográfico Interativo (Visão), que permite a visualização de dados relacionados à COVID-19; e Universo Científico, com ações de disseminação de informações científicas para pesquisadores.

Para acessar o Ciência em Casa MCTIC, clique aqui.

Lucas Guedes, Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias
Fim do conteúdo da página