Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Inscrições abertas para o curso gratuito Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida
Início do conteúdo da página
Quarta, 03 Julho 2019 19:02

Inscrições abertas para o curso gratuito Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida

Profissionais interessados em ampliar os conhecimentos sobre a área ambiental podem se inscrever gratuitamente para o curso Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida, com duração de 40 horas. O curso é indicado para profissionais que, além da formação básica, tenham interesse na área ambiental e estejam familiarizados com temas como aquecimento global, desmatamento, recursos hídricos, biodiversidade, poluição, resíduos sólidos, reciclagem, desenvolvimento sustentável, entre outros.

O curso pretende suprir uma demanda atual e urgente: a preocupação com o meio ambiente, que já não é exclusividade de ambientalistas, pois toda e qualquer atividade humana gera impactos na disponibilidade e qualidade dos recursos naturais. A iniciativa, promovida pela Escola do Trabalhador em parceria com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), insere-se em um cenário de intenso crescimento na formação e capacitação de profissionais que atuam com a economia verde.

“Existe uma demanda mundial para profissionais que saibam medir e gerir recursos naturais, entre outras funções. O curso pode colaborar para a formação desses especialistas, que são extremamente necessários para o mercado”, explica Thiago Rodrigues, especialista em ACV do IBICT. O pesquisador cita um relatório (https://www.ilo.org/weso-greening/documents/WESO_Greening_EN_web2.pdf) publicado recentemente pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), que menciona o quanto a economia verde poderá colaborar para a criação de milhões de empregos na América Latina e no Caribe.

“As expectativas da OIT para a criação de empregos verdes vão, por exemplo, desde o profissional que instala o painel solar até aquele que produz estudos relacionados ao ciclo de vida, à rotulagem ambiental, à gestão de resíduos sólidos e às compras públicas sustentáveis”, detalha Thiago.

O curso está baseado em três temas centrais. No primeiro, destaca-se como a questão ambiental tornou-se um fator de decisão na qualidade de vida das sociedades e a base para o desenvolvimento sustentável. No segundo, é analisado o caráter sistêmico dos sistemas produtivos, suas relações diretas e indiretas com o meio ambiente e, por fim, sua ferramenta, a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV).

A ACV é uma técnica normalizada (ISO 14040/2009) que permite construir o perfil ambiental de produtos, processos e organizações e identificar seus pontos críticos. Ao final do curso, são analisadas possibilidades de aplicação da perspectiva do ciclo de vida enquanto abordagem prática para identificação, solução e minimização de problemas socioambientais nas mais diversas atividades humanas.

 “Os participantes do curso poderão, por exemplo, compreender o que é que o consumo gera de impacto e como é que se mitiga, minimiza ou neutraliza isso. O pensamento do ciclo de vida é uma abordagem sistêmica, então é como se fosse uma formação mais ampla que pode ser tanto aplicada para outras formações tradicionais, por exemplo, um profissional de uma oficina de autopeças para incorporar práticas de melhor desempenho, de eficiência na gestão de recursos e um melhor desempenho ambiental, até pessoas que vão trabalhar especificamente com a questão ambiental”, explica Thiago Rodrigues.

As inscrições estão abertas e não há tempo delimitado para realizar o curso.

Serviço: Curso Meio Ambiente: Introdução ao Ciclo de Vida

Carga horária: 40 horas

Recursos necessários: Computador ou aparelhos móveis com conexão à internet.

Certificado: Ao finalizar este curso, o participante poderá solicitar o certificado.

Link de inscrição: https://www.escoladotrabalhador.gov.br/cursos/meio-ambiente-introducao-ao-ciclo-de-vida

A Escola do Trabalhador: A Escola do Trabalhador é um programa criado em 2017 por meio de uma parceria de pesquisa e extensão do então Ministério do Trabalho e a Universidade de Brasília (UnB). Hoje, sob a responsabilidade do Ministério da Economia, a Escola do Trabalhador disponibiliza um portal para a qualificação de trabalhadores brasileiros e o combate ao desemprego. Atualmente, a plataforma, que também conta com o apoio do IBICT, disponibiliza mais de 30 cursos a distância, divididos em 12 eixos temáticos.

Patrícia Osandón/Coordenação de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos (COTEA/IBICT)

 

Última modificação em Quarta, 03 Julho 2019 19:08
Fim do conteúdo da página