Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > IBICT participa de Workshop com entidades para discutir o Consórcio Conecti Brasil
Início do conteúdo da página
Sexta, 25 Mai 2012 14:04

Jorge Biolchini ministra Palestra no IBICT

"Inovação Científico-Tecnológica em Biblioteca Virtual para Promoção Setorial e Inovação Social" foi o tema da palestra ministrada no IBICT pelo doutor Jorge Biolchini, nesta quinta-feira ( 24/05). O evento faz parte do Ciclo de Palestras em Ciência da Informação do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), que tem por finalidade divulgar pesquisas realizadas pela instituição, em especial aquelas conduzidas por seu Núcleo de Pesquisa e Pós-graduação, localizado no Rio de Janeiro.


Por ser médico de formação e pesquisador, Biolchini disse que seu caminho natural foi o de procurar projetos dirigidos ao setor saúde. Seus alunos de mestrado e doutorado vêm trabalhando em estudos diversos, como, por exemplo, o da Biblioteca Virtual para a Promoção da Saúde, com tópicos relacionados ao diagnóstico, tratamento e rastreamento de doenças, além da prevenção e da promoção da saúde. Outro trabalho interessante de uma aluna sua, Márcia Esteves, é o projeto denominado Teleologia, que estuda a saúde da mama, sendo que seu campo e a rede da temática diferem conforme o usuário entrevistado.


Jorge Biolchini contou que está trabalhando na produção orientada de um manual para produtores de conteúdo, que se encontra em pleno desenvolvimento. Há outros projetos coordenados por ele, na linha de comunicação e educação, como o que trata do conhecimento factual, semântico e estratégico, em que a competência em informação está no processo de busca e recuperação, da aluna Rafaela Giordano; e o que parte da busca da informação à aquisição do conhecimento, com a competência em informação nas inteligências múltiplas, de Iara Amorim. Trata-se de atividades que procuram focalizar aspectos inovadores na promoção de setores da sociedade da inovação social, entre outros aspectos.


Ao iniciar a palestra, Jorge Biolchini  expôs uma opinião  básica sobre a vida humana, que segundo ele é um sistema de troca de energia, matéria e informação. Observou que sempre aborda esse tema em suas palestras e orientações, como na explicação a seguir:


“A informação em campos como a física, a biologia e campos fortes da ciência é um elemento do universo. Nós estamos mais acostumados a ver a informação no campo humano, das trocas humanas, mas é muito mais universal que o nosso campo específico de atividade. Nesse sentido, a vida evolui nestes bilhões de anos dando origem a bilhões de espécies. Essa evolução se deu a partir de alguns sistemas de transmissão de informação, que são chamados de dimensões da evolução. A mais conhecida e ainda considerada única é o código genético (DNA). Mas na biologia contemporânea, o sistema de transmissão genético é um de quatro sistemas. Esses quatro sistemas são independentes, todos paralelos com interconexões de transmissão de informação. Essa é a primeira dimensão da evolução da vida”.


O pesquisador mencionou ainda a memória coletiva do conhecimento, em que a vida troca de informação o tempo todo, mas muitas vezes ela perde a informação.


“Nós temos sistemas chamados de memória coletiva do conhecimento, sendo as mais antigas delas a oral e a ritual, com gestos, posições, símbolos corporais e emissão de som. Depois, vem a escrita, na Mesopotâmia, no Egito. A era atual é baseada na eletrônica”.


Com relação às bibliotecas virtuais, Jorge Biolchini esclareceu que elas estão em expansão quantitativa, com diversidade de áreas, de perspectivas, seja profissional, econômica, política, legal ou social. Além disso, há diversidade de dimensões, diferenças geográficas, de origem, de conteúdo, forma, entre outros pontos. Com relação à sociedade da informação e à sociedade do conhecimento, ressaltou a diversificação de usuários no universo das bibliotecas virtuais, com a variedade de usos, novos atores, diluição de fronteiras tipológicas e a tipicalidade não aristotélica.


Em relação ao instituto, Jorge Biolchini disse que o IBICT já tem e pode cada vez mais ter destaque, presença, liderança e visibilidade.


“Os profissionais da informação são invisíveis. Tudo, hoje, que está aí, Google, Yahoo, foi gerado em decorrência dos estudos e trabalhos das pessoas que lidam com a informação. O mundo atual tem um acervo fantástico e, no Brasil, são cada vez mais prementes a inclusão social, a inovação social, a promoção setorial e a inovação setorial”, complementou Biolchini.


Núcleo de Comunicação Social do IBICT
25/05/2012

 

Créditos da imagem: Núcleo de Comunicação Social do IBICT

Data da Notícia: 25/05/2012 14:40

Fim do conteúdo da página