Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Histórico

O Programa Informação para Todos (IFAP) foi implantado em 2000, pela UNESCO, para estruturar parcerias e cooperação internacional voltadas ao processo de construção de sociedades da informação para todos. Seu objetivo é o de auxiliar os estados membros da UNESCO a criarem (quando isso ainda não existir) ou a executarem políticas nacionais de informação e estratégias de promoção do conhecimento em um mundo que crescentemente utiliza tecnologias de informação e comunicação. O IFAP estimula os estados a mobilizarem parcerias internacionais que possam auxiliá-los nessa tarefa.

No Brasil, o IBICT coordena o Comitê Nacional, desde o estabelecimento do IFAP. Contudo, foi somente após a publicação da Portaria n.º 652, de 11 de outubro de 2007, do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), que o IBICT passou a ser formalmente o coordenador do IFAP e, por conseguinte, seu diretor, o Secretário Executivo do Comitê, cujo principal desafio é o de revitalizar a participação brasileira no Programa.

Esse reconhecimento deveu-se, em grande medida, pelo envolvimento histórico do IBICT nos processos de disseminação de informações em ciência e tecnologia, como, por exemplo, quando o Instituto foi o coordenador de dois programas, hoje extintos: o Programa Geral de Informação (PGI) e o Programa Intergovernamental de Informática (PII). Assim, o IBICT passou naturalmente a ser a instância encarregada, no âmbito do IFAP, de identificar instituições governamentais, não-governamentais, privadas e também os meios de comunicação brasileiros que atuavam em programas de popularização da informação no Brasil.