Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

Presidente do CGEE fala ao Canal Ciência sobre ciência e tecnologia na visão dos brasileiros

Presidente do CGEE fala ao Canal Ciência sobre ciência e tecnologia na visão dos brasileiros

Diretor do CGEE, Mariano Laplane, conversa com a equipe do Canal Ciência sobre a popularização da C&T no Brasil

 

O presidente do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), Mariano Laplane, recebeu na tarde da quinta-feira (6), em sua sede, a equipe do Canal Ciência, portal de divulgação científica do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), para uma conversa sobre os resultados da pesquisa Percepção Pública da C&T no Brasil 2015.

O estudo – que está em sua quarta edição, tem como objetivos realizar um levantamento atualizado sobre o interesse, o grau de informação, as atitudes, as visões e o conhecimento dos brasileiros em relação à ciência e tecnologia (C&T), além de produzir uma análise da evolução dessa percepção sobre a área na última década.

Segundo o CGEE, a pesquisa integra as ações de popularização científica, conhecendo e analisando o grau de informação, o conhecimento geral, as atitudes e as visões da população brasileira sobre C&T. Além disso, busca entender as implicações econômicas, políticas, educacionais, culturais e éticas da percepção coletiva da C&T, contribuindo para a formulação mais adequada de políticas públicas em educação científica e em comunicação pública da ciência.

Para o Canal Ciência, que tem como função estreitar a relação ciência-sociedade, com a divulgação de pesquisas brasileiras, a conversa com o presidente da CGEE, instituição responsável pela pesquisa, foi bastante oportuna, uma vez que a pesquisa traz características e dados relevantes para o trabalho desenvolvido pelo canal, como a informação que mostra a ciência como o quinto tema mais interessante para o público brasileiro.

De acordo com Mariano Laplane, as instituições, serviços e iniciativas que trabalham com a popularização da C&T no país devem caminhar juntos, estreitando laços e ações. O diretor destacou a importância do trabalho realizado pelo Ibict, por meio do Canal Ciência.

“É preciso que existam cada vez mais espaços como o do Canal Ciência. Os profissionais que trabalham com a ciência nas escolas de ensino médio e fundamental necessitam de apoio e motivação. O portal do Ibict aproxima a ciência e a tecnologia dos jovens, mostrando a eles que é possível entender e gostar dessas áreas e no futuro quem sabe trabalhar nelas”, destacou Laplane.

 

Victor Almeida

Núcleo de Comunicação

07/08/2015

Créditos da imagem: Victor Almeida

Data da Notícia: 07/08/2015 11:00