Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

IBICT e FLACSO assinam acordo de cooperação na área de educomunicação

IBICT e FLACSO assinam acordo de cooperação na área de educomunicação

Cecília Leite e Salete Valesan assinam acordo de cooperação

 

Um acordo de cooperação foi assinado nesta quarta-feira (13) entre a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) e o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que irá viabilizar uma rede latino-americana de educomunicadores que trabalham no campo da comunicação, especificamente com a formação.  O acordo foi assinado pela diretora do IBICT, Cecília Leite, e pela diretora da Flacso, Salete Sirlei Valesan Camba.

Segundo Salete, essa rede tem vínculo com diversas universidades da América Latina e do Caribe.  Ela explicou que um ponto específico de funcionamento do acordo é com o núcleo de educomunicação da USP, um núcleo já bastante conhecido e que faz parte da rede.

“Nossa intenção é que esta plataforma viabilize uma integração mundial dentro do campo da educomunicação e que aos poucos a gente possa, a partir da integração com o MCTIC e o IBICT, transformar isso em políticas públicas nacionais com foco na internacionalização”, salientou.

FLACSO

A Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) é um organismo internacional, autônomo e de natureza intergovernamental, fundado em 1957 pelos Estados Latino-Americanos, que acolheram recomendação da XI Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Atualmente, é composta por 19 Estados-membros que desenvolvem atividades acadêmicas, pesquisas e modalidades de cooperação em 14 países da América Latina e do Caribe, além da Espanha. Todas essas unidades compõem o Sistema Flasco.

Com sede na cidade de Brasília e duas unidades, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo, a Flacso Brasil desenvolve atividades de pesquisa e de formação nas áreas de educação, direitos humanos, saúde, juventude, violência.

A Flacso e o Governo da República Federativa do Brasil assinaram convênio em dezembro de 1990 para o funcionamento da sede acadêmica no país. Em maio de 1992, o Congresso Nacional aprovou esse acordo por meio de decreto legislativo, que foi promulgado em junho do mesmo ano pelo Decreto nº 593, firmado pelo presidente da república e o chanceler da República Federativa do Brasil.

O acordo entre a entidade e o governo prevê a execução de “atividades de docência de pós-graduação, pesquisa e outras modalidades de cooperação no campo do desenvolvimento econômico e social e da integração da América Latina e do Caribe” (artigo II).

Fonte: Núcleo de Comunicação Social do IBICT

Créditos da imagem: Daniela Cunha

Data da Notícia: 13/06/2018 16:00