Novembro azulBanner ACVOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

Saiba como foi a participação do IBICT na VII Conferencia Internacional de Análisis de Ciclo de Vida en Latinoamérica

 

Com o tema “A contribuição da ACV para as metas de sustentabilidade”, foi realizada entre os dias 12 e 15 de junho de 2017 em Medellín, Colômbia, a VII Conferencia Internacional de Análisis de Ciclo de Vida en Latinoamérica (CILCA). O evento internacional, idealizado para compartilhar experiências sobre o Pensamento do Ciclo de VidaAvaliação do Ciclo de Vida na região ibero-americana, teve a participação dos pesquisadores do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) Carla Gama, Thiago Rodrigues e do coordenador de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos, Tiago Braga.

O coordenador relata a importância da presença da equipe do IBICT na CILCA, uma vez que a instituição atua na gestão de dados de ACV através da manutenção do Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida (SICV Brasil): “A gestão de Dados de ACV é fundamental para se atingir metas de sustentabilidade, uma vez que tais dados permitem que estudos de ACV sejam realizados a fim de se identificar formas de otimizar o desempenho ambiental de produtos e processos”, relata Tiago.

O pesquisador Thiago Rodrigues apresentou uma pesquisa realizada em parceria com colegas da Embrapa em que aborda a Avaliação do Ciclo de Vida da produção de óleo da Macaúba na região do semiárido brasileiro e pôster sobre o ICV da produção de sementes de mamona também nesta região, mais especificamente na Bahia. Em outra ocasião falou sobre “A comunicação como ferramenta de difusão da ACV para o grande público: apresentação da rotulagem ambiental tipo III”, produzido pela equipe composta por Suelen Santos, Mariela Muruga e Francisco Rocha, cujo objetivo é discutir as dificuldades de apresentação deste tipo de rotulagem ao consumidor final, tomando como base as teorias da comunicação e da ciência da informação. Abordou ainda, em outro momento, o artigo sobre os “Desafios para realização de um estudo de Avaliação do Ciclo de Vida organizacional do IBICT”.

Carla Gama apresentou a pesquisa intitulada “Harmonização de modelos de conjuntos de dados e recomendações para publicação no Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida, SICV Brasil”, realizada em conjunto Tiago Braga, Lucas Gayoso e Thiago Rodrigues. A proposta do SICV é armazenar e disseminar Inventários do Ciclo de Vida (ICVs) que contemplem a situação nacional atual na produção industrial e agronegócio e que permitam a criação de novos estudos a partir dos já existentes. A pesquisadora também expôs o pôster “Os desafios da comunicação social na disseminação de conceitos de ACV”, elaborado também por Francisco Rocha, Ana Clara Jabur e Mariela Muruga.

Tiago Braga falou sobre as “Estratégias para o povoamento de bancos de dados de Inventários de Ciclo de Vida (ICVs) por meio de parcerias interinstitucionais”, no intuito de mostrar como esta iniciativa também contribui para aumentar a credibilidade dos dados e a possibilidade de compatibilizar ICVs e comparar processos e produtos, pelo atendimento a um padrão metodológico internacional, mas que leve em consideração as especificidades do país. Apresentou ainda o trabalho “O repositório digital como ferramenta para difusão do pensamento do ciclo de vida e apoio à capacitação em ACV”, elaborado com a pesquisadora Cassandra Viana, que propõe repositório temático na organização da produção técnica e científica em ACV.

Fruto de um trabalho contínuo desde 2003, o evento, que é bianual, tem sido considerado um dos mais significativos e importantes em Análise de Ciclo de Vida para toda a região ibero-americana e reúne especialistas e interessados de todo o mundo.

A próxima Conferência será em 2019, na Costa Rica.

 

Lucas Guedes
Coordenação de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos/IBICT

Créditos da imagem: Divulgação

Data da Notícia: 21/06/2017 10:20