Banner ACVCarinianaOasisbr

Sala de Imprensa

Retomada da Biblioteca Nacional de Brasília é discutida no IBICT

Retomada da Biblioteca Nacional de Brasília é discutida no IBICT

Reunião para discutir a retomada da Biblioteca Nacional de Brasília

 

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) recebeu, nesta quarta-feira (25), a visita do secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, Marcelo Aguiar, e do diretor vice-presidente da Fundação de Apoio á Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF), Edson Cezar Mello Júnior. Eles foram recebidos pela diretora do IBICT, Cecília Leite, que na ocasião apresentou o vídeo institucional do IBICT.

Durante a reunião, segundo Cecília Leite, foram discutidos três pontos importantes: a retomada da Biblioteca Nacional de Brasília, o Planetário de Brasília e a própria FAP.  “O IBICT tem o maior interesse em contribuir para a retomada da Biblioteca Nacional de Brasília, que tem um potencial grande e um impacto educacional, social e científico para a sociedade tremendo, e está praticamente parada. Então, já tivemos a primeira conversa, vamos formalizar isso, com a perspectiva de que em curto prazo a biblioteca esteja a serviço da sociedade brasiliense”, ressaltou.

O secretário adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação do DF, Marcelo Aguiar, explicou que o GDF já tinha uma relação anterior com o IBICT, em outros governos, na implantação da  Biblioteca Nacional. De acordo com ele, a intenção é colocar efetivamente a biblioteca para funcionar ainda este ano.  “Discutimos a retomada do projeto da Biblioteca Nacional de Brasília e outras possibilidades de cooperação. Pensamos no planetário e alguma cooperação na área de educação e difusão científica. Para mim, a reunião foi um sucesso e demostrou  unidade de intenções e de possibilidades, e acho que vamos poder avançar rápido e retomar o termo de cooperação com o IBICT para poder ter resultados ainda este ano”, salientou.

Para Edson Cezar Mello Júnior, o IBICT é uma referência em gestão da informação, ciência da informação, popularização da ciência e divulgação científica. “Esses são desafios que estamos querendo tratar na FAP-DF, trabalhar a divulgação cientifica das pesquisas que fomentamos e colocar isso em acesso à comunidade científica e à sociedade de Brasília, então vislumbramos o IBICT como um bom parceiro nesse desafio”, disse.

Participaram da reunião o coordenador geral de Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Produtos, Arthur Fernando Costa; a coordenadora do Laboratório de Metodologias de Tratamento e Disseminação da Informação, Bianca Amaro de Melo; a coordenadora de Redes e Serviços de Informação de Novos Produtos, Hélia Chaves; o coordenador do Setor de Editoração, Ramón Martins Sodoma da Fonseca, e a colaboradora do Canal Ciência do Instituto, Joelma Carneiro Silva.

 

Daniela Cunha

Núcleo de Comunicação Social do IBICT

Créditos da imagem: Daniela Cunha

Data da Notícia: 26/01/2017 10:00