Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

MCTIC prepara edição histórica da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Brasília

 

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Governo de Brasília preparam um evento digno da envergadura histórica da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), cuja 14ª edição ocorre de 23 a 29 de outubro, em todo o Brasil, com o tema “A matemática está em tudo”. A garantia é do secretário-executivo adjunto do MCTIC, Alfonso Orlandi Neto, em encontro de expositores da SNCT nesta quarta-feira (20).

“Quero dizer para vocês que esse é o evento mais importante do ministério em termos de divulgação da nossa ciência, tecnologia, inovação e, agora, comunicações”, disse Alfonso. “Estamos trabalhando há dois meses na SNCT, com reuniões semanais, e temos certeza de que será mais uma vez o acontecimento do ano aqui em Brasília para a nossa área. Apesar de todas as dificuldades orçamentárias e financeiras, o MCTIC continuou a priorizar a Semana Nacional, para que a 14ª edição tenha a envergadura merecida, com ajuda de parcerias com outros ministérios e alguns patrocínios que buscamos.”

Já o secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do MCTIC, Jailson de Andrade, destacou a presteza das 40 primeiras instituições a confirmar presença na SNCT como expositores em Brasília, a partir de convite enviado há apenas 15 dias. “Uma Semana dessa envergadura não acontece sem parcerias”, afirmou. “E essas parcerias se repetem no Brasil inteiro. Há um entusiasmo grande das escolas, das universidades, das prefeituras, dos governos estaduais, ou seja, é algo que tem mobilizado cada vez mais o País.”

Nas palavras de Jailson, o Departamento de Políticas e Programas para Inclusão Social do MCTIC (Depis) disputa a cada ano “um campeonato contra si mesmo” para aumentar sua abrangência e divulgação, ao recordar o alcance de 1.054 municípios em 2016, quando 2.104 instituições cadastraram 92.299 atividades da SNCT – a meta para 2017 é chegar à marca de 100 mil.

Segundo o secretário-adjunto de Ciência, Tecnologia e Inovação do Distrito Federal, Thiago Coelho, o governador Rodrigo Rollemberg também determinou prioridade à SNCT. “Organizamos nossas ações em um grande tripé, que começa pelo Circuito de Ciências [das escolas da rede pública], coordenado pela Secretaria de Educação. O segundo pilar é a Rede Ciência, que reúne o brilhantismo da pesquisa. E o terceiro eixo é justamente uma parceria desenvolvida neste ano com a Universidade de Brasília, responsável pela Semana Universitária, à qual agregamos um encontro regional da SBPC [Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência].”

Coelho lembrou que o evento principal está marcado para o Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, mas há atividades previstas para o Planetário de Brasília e outros parques distribuídos pelo Distrito Federal. A exposição deve incluir os 33 institutos de pesquisa e organizações sociais ligados ao MCTIC, as 23 unidades da Rede Ciência e os 336 trabalhos finalistas do Circuito de Ciências, entre outras instituições governamentais e empresariais.

Organização

A diretora de Políticas e Programas para Inclusão Social do MCTIC, Sônia da Costa, confirmou a participação do matemático Jacob Palis, homenageado desta edição, na solenidade de abertura oficial da SNCT, em 23 de outubro, às 11h, em Brasília, ao lado do ministro Gilberto Kassab e do governador Rollemberg.

Sônia ressaltou, ainda, o resultado da chamada pública de R$ 5,54 milhões para impulsionar a SNCT pelo País, divulgado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O edital recebeu demanda de R$ 13 milhões, com interesse de 392 instituições, das quais 186 tiveram projetos aprovados – 33 estaduais (até R$ 100 mil cada), 120 intermunicipais (até R$ 20 mil cada) e 33 temáticos (até R$ 20 mil cada). “As propostas apoiadas envolvem, pelo menos, 1.000 municípios.”

De acordo com a diretora, outra “aposta” para 2017 são os 101 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs), convocados a desenvolver planos de popularização da ciência dentro de suas redes. “Fechamos, ainda, uma parceria com pró-reitores de pesquisa de universidades e estabelecemos 25 de outubro como o Dia C da Ciência”, relatou. “A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação se comprometeu e, assim, todos os institutos federais [de Educação, Ciência e Tecnologia] devem aderir à SNCT. O evento também estará presente em federações das indústrias e centros vocacionais tecnológicos. Com isso, podemos dizer: a matemática está em tudo, e a Semana Nacional está em todo o País.”

A coordenadora-geral de Popularização e Divulgação da Ciência, Leda Pinto, avisou que o site snct.mctic.gov.br deve entrar no ar nos próximos dias. “A página traz o tradicional mapa de atividades, informações básicas sobre a Semana, uma aba dedicada a cientistas e projetos brasileiros, notícias e a possibilidade de baixar logomarca, cartaz e banner em formatos abertos, para quem quiser adaptá-los à sua própria realidade”, comentou. “A partir da semana que vem, acredito que estará disponível a seção de cadastramento, que é a forma de a gente saber o que está acontecendo na SNCT pelo Brasil, para que todos conheçam seu tamanho e tenham acesso às atividades desenvolvidas e às instituições participantes, inclusive como forma de se articularem ou de saber o que está previsto para a sua cidade e o seu estado.”

Realizada nacionalmente desde 2004, sempre no mês de outubro, a SNCT é coordenada pelo MCTIC e conta com a colaboração de empresas e órgãos públicos, escolas, fundações de apoio, institutos de pesquisa, museus, universidades e secretarias estaduais e municipais. A proposta é que os eventos apresentem linguagem acessível, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem o público a aprofundar seu interesse.

Fonte: Jornal da Ciência

Data da Notícia: 23/10/2017 09:35