Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

IV Dia da Indústria Heliotérmica aborda a inovação para a competitividade

IV Dia da Indústria Heliotérmica aborda a inovação para a competitividade

Mesa de abertura da IV edição do Dia da Indústria Heliotérmica

 

A quarta edição do Dia da Indústria Heliotérmica reuniu em São Paulo, nos dias 16 e 17 de agosto, cerca de 110 profissionais e pesquisadores da área para tratar do tema "Inovação para a competitividade". O primeiro dia de evento contou com apresentações do governo, setor privado e academia, que deram um panorama da energia solar térmica no Brasil e as perspectivas para o futuro da tecnologia no país.

A mesa de abertura do evento contou com as falas de Tina Ziegler (GIZ), Eduardo Soriano (MCTIC) e Rafael Campos (ABRASOL). Em seguida, Ziegler explicou a estrutura do Projeto Energia Heliotérmica, que encerra em outubro deste ano. No âmbito do projeto, foram formados programas de fomento e disseminação de informação sobre Energia Heliotérmica.

A divulgação de conhecimento sobre a tecnologia heliotérmica constitui uma das atividades principais do projeto. Por isso, foi estabelecida também uma cooperação com o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), parceiro executor da plataforma, para disponibilizar, de modo conexo, as informações atualizadas sobre a tecnologia heliotérmica e sua aplicação no Brasil.

Eduardo Soriano retomou a fala e abordou a questão da nacionalização da tecnologia. “A indústria nacional está preparada para fornecer diversos itens de uma usina heliotérmica, existem muitas oportunidades para a indústria brasileira”. Soriano apresentou também os impactos do projeto nos últimos anos, que incluem: permissão das usinas heliotérmica em leilões de energia, a inclusão da tecnologia entre as prioridades da Estratégia Nacional de Ciência Tecnologia & Inovação 2016-2020, e o oferecimento de cursos sobre energia heliotérmica em seis universidades do país (UnB, UFPE, USP, UFSC, ISITEC, CEFET-MG).

O evento foi organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pelo Ministério Alemão de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ), por meio da Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH (GIZ), no âmbito da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável em parceria com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Associação Brasileira de Energia Solar Térmica (ABRASOL).

Mais informações no site energiaheliotermica.gov.br

 

Francisco Rocha
Coordenação de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos/IBICT

Créditos da imagem: Francisco Rocha

Data da Notícia: 23/08/2017 17:00