Banner ACVCarinianaOasisbr

Sala de Imprensa

Ibict lança banco nacional de inventários e revista latino-americana sobre ACV no Itamaraty

Ibict lança banco nacional de inventários e revista latino-americana sobre ACV no Itamaraty

Cecília Leite e o embaixador Benedicto Fonseca Filho

 

O Programa de Avaliação do Ciclo de Vida do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) lançou, nesta terça-feira (15), no Itamaraty, em Brasília, o Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida (SICV Brasil) e a Revista Latino-Americana de Inventários do Ciclo de Vida (LALCA).

O evento faz parte da Semana Internacional de Avaliação do Ciclo de Vida, ação que promove de 13 a 17 de março uma série de encontros, reuniões e fóruns de discussão sobre a temática. A semana tem por objetivo estimular maior integração entre a produção científica nacional e o setor produtivo, estimulando o desenvolvimento desses dois setores. Especialistas, gestores e representantes de instituições de diversos países estão participando da semana para discutir políticas públicas e acordos de cooperação técnica.

Os dois lançamentos marcam importante etapa para o Programa ACV/Ibict, que, após 10 anos investindo em pesquisa e desenvolvimento de metodologias relacionadas à área, disponibiliza para a sociedade o acesso a essas duas relevantes ações de gestão da informação científica e tecnológica.

Estiveram presentes à mesa de abertura da solenidade o embaixador e subsecretário-geral de Meio Ambiente, Energia e Ciência e Tecnologia do Itamaraty, José Antônio Marcondes de Carvalho, o representante da área Pensamento do Ciclo de Vida do Programa das Nações Unidas para o Ambiente (Pnuma), Llorenç Milà i Canals, o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTI, Heronildo Braga Bezerra – representando o ministro Celso Pansera, e a diretora do Ibict, Cecília Leite.

Heronildo Bezerra iniciou a solenidade reiterando a importância da ciência e da tecnologia no desenvolvimento da sociedade. “Ao longo da trajetória humana acumulamos um volume espantoso de conhecimento e informação, mas para termos propriedade desses ganhos informacionais, eles devem estar sistematizados, organizados e catalogados, estando devidamente acessíveis à população. Por essa razão, eu saúdo e parabenizo o Ibict pela elaboração desses dois produtos sobre ACV para a comunidade brasileira e mundial”, disse o representante do MCTI.

O embaixador José Antônio Marcondes de Carvalho seguiu o lançamento falando do essencial trabalho do Ibict na estruturação de um sistema de informação sobre ACV. Além disso, parabenizou o instituto pela presidência da Rede Global de Interoperabilidade de Bases de Dados de ACV. “A iniciativa contribuirá significamente no aprimoramento do sistema produtivo brasileiro, com ganhos de competitividade, melhor inserção internacional dos nossos produtos, também pensando com pleno respeito aos princípios da sustentabilidade”, afirmou o embaixador, acrescentando que os objetivos a que se propõe a ACV coincidem com os princípios constantes e alvos da política externa brasileira, algo que descortina amplas possibilidades de cooperação internacional.

Llorenç Milà i Canals, representante do Pnuma, salientou que a ONU vem concentrando esforços na promoção de uma série de iniciativas de ACV com o objetivo de possibilitar o uso corrente no mundo das abordagens do ciclo de vida como uma forma de facilitar a transição para padrões de produção e consumo sustentáveis.

No contexto da Agenda para o Desenvolvimento, a Agenda 2030, segundo a qual os países deverão monitorar e produzir relatórios do seu progresso e realizações, o investimento em bancos de dados de ACV facilita todo o processo. “A Semana Internacional de ACV aproximou todos os representantes dos países participantes, além de igualar o discurso que iremos atingir até 2017. O evento ofereceu uma grande oportunidade de interação para todos os participantes, com abertura e equidade”, pontuou Llorenç.

A solenidade teve continuidade com a fala da diretora do Ibict, Cecília Leite, que salientou a relevância do trabalho realizado pelo Programa ACV/Ibict para o desenvolvimento do país. “O trabalho teve início com a academia, pois precisávamos desenvolver expertise e massa crítica, bem como metodologias e novas tecnologias. Isso possibilitou a nossa integração com a indústria, da qual tivemos bastante apoio. O governo cumpriu o seu papel de apoiar, fomentar e desenvolver a pesquisa para que os avanços da metodologia de ACV pudessem acontecer”, explicou a diretora do Ibict.

Cecília Leite finalizou sua fala observando que esses dois produtos são de grande valia para a indústria brasileira. “Essas são demandas antigas do setor industrial. O banco de dados e a revista são resultados de extenso legado de conhecimento e informação, iniciativas a serem desfrutadas pela sociedade e suas futuras gerações”.

O coordenador do Programa ACV/Ibict, Tiago Braga, apresentou o SICV Brasil e a Revista LALCA, reforçando as essenciais parcerias firmadas entre o Ibict e outras instituições. “A Semana Internacional de ACV também conta com o apoio do Inmetro, que faz parte do Programa Brasileiro de Avaliação do Ciclo de Vida (PBACV), da Braskem, atual presidente da Rede ACV, uma das câmaras temáticas do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), e da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Essas parcerias reforçam uma das principais características da semana, que é promover maior integração entre a produção científica nacional e o setor produtivo”, destacou Braga.

No final da solenidade, Cecília Leite transferiu a presidência do Comitê Diretivo da Rede Global de Interoperabilidade de Base de Dados de ACV para o novo eleito, Hugo Schally, chefe da unidade Diretoria Geral de Meio Ambiente, Eco-inovação e Economia Circular da Comissão Europeia. O procedimento formal é realizado anualmente. O novo presidente terá a missão de promover o consenso de atuação entre os países integrantes da rede, atendendo às suas diferentes especificidades, a fim de possibilitar a implementação da Rede mundialmente.

Victor Almeida
Divisão de Relações Internacionais do Ibict

Créditos da imagem: Patrícia Osandón

Data da Notícia: 17/03/2016 10:50