Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

Diagnósticos das áreas estratégicas do Projeto Brasília 2060 estão disponíveis para a sociedade

 

Encontram-se disponíveis para consulta da sociedade, no site do Projeto Brasília 2060, os documentos que trazem os diagnósticos da atual situação das seis áreas temáticas até então trabalhadas pelo projeto: Educação; Saúde; Segurança Pública; Cultura, Esporte e Lazer; Ciência, Tecnologia e Inovação e Mobilidade Urbana do Distrito Federal.

O projeto, iniciativa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), está trabalhando na elaboração, customização e operacionalização de ferramentas e métodos que permitam o desenvolvimento de sistemas de informação que deem suporte às atividades de formulação de políticas públicas. A idéia inicial é apontar os caminhos a serem trilhados para a gestão estratégica e a sustentabilidade da Área Metropolitana de Brasília (AMB).

Os documentos foram produzidos por grupos de trabalho compostos por autoridades, especialistas e profissionais das seis áreas temáticas do projeto, o que resultou na definição das linhas de base (diagnóstico da situação atual) e na formulação das opções estratégicas (soluções) para cada área temática.

De acordo com o coordenador do Projeto Brasília 2060, professor Paulo Egler, a divulgação desses resultados inicia importante fase do projeto, que é divulgar as informações coletadas e trabalhadas. “Estamos disponibilizando essas informações na página web, por ser um instrumento eficaz e eficiente para promover sua disseminação. Outra ferramenta a ser utilizada posteriormente será um boletim eletrônico que trará informações sobre os próximos produtos e serviços do projeto”, adiantou o coordenador.

“O nosso intuito é que a partir de agora a sociedade possa ler, comentar, discutir e opinar sobre o conteúdo dos documentos. Essa é a forma de manter a interatividade entre o Ibict, os especialistas e a sociedade. Aliás, a interação do projeto com a sociedade é um dos itens a ser trabalhado ao longo de 2016, algo que estava previsto desde o início do Brasília 2060”, disse Paulo Egler, observando que quando se constrói um diagnóstico e se discute opções de futuro, uma ação fundamental é a de consultar a sociedade, pois ninguém melhor que o indivíduo que vive a realidade do dia a dia para opinar corretamente sobre o tema trabalhado.

Os documentos estão disponíveis no site http://brasilia2060.ibict.br/

Victor Almeida
Projeto Brasília 2060

Data da Notícia: 28/03/2016 15:45