Banner ACVCarinianaOasisbr

Sala de Imprensa

Brasília 2060: Segurança Pública em pauta

 

Com a finalidade de discutir o futuro da segurança pública em Brasília, autoridades e especialistas da área se reuniram na segunda-feira (22), no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict). A reunião fez parte das ações do Projeto Brasília 2060, um experimento de elaboração de políticas, planos e programas públicos, tendo como objeto de trabalho a Área Metropolitana de Brasília (AMB). O projeto é realizado pelo Ibict.

“Estamos fazendo um trabalho bastante intenso de pesquisa em diversas áreas, de modo a levantar as condições para que se crie um sistema de informação que possa dar subsídios para que qualquer tomador de decisão se aproprie daquilo que foi feito e faça seus planejamentos de uma maneira mais efetiva, na medida em que terá acesso a dados de pesquisa consolidados e tratados por um instituto que tem essa especialidade”, explicou Cecília Leite, diretora do Ibict, destacando os 62 anos de experiência do Instituto na área da informação.

Entre as autoridades presentes, esteve o deputado Izalci Lucas, que destacou a importância do encontro para aprimorar as ações realizadas no âmbito do projeto. “É importante que se realize um diagnóstico bem detalhado da segurança pública no Distrito Federal. O resultado do projeto poderá colaborar para propostas positivas de mudança de legislação, de modo que Brasília possa ser um modelo não apenas para o Brasil, mas para toda a América Latina”, explicou o deputado. O deputado Izalci acrescentou que uma questão a ser seriamente pensada em relação à segurança é a educação, reforçando o envolvimento de várias áreas nas discussões sobre segurança pública.

O mesmo aspecto foi apontado pelo coordenador da área de segurança pública do projeto, George Felipe. “O tema da segurança pública é multidisciplinar. Várias áreas precisam ser envolvidas quando se discute a temática”. Durante a reunião, George explicou que foram elencadas quatro opções estratégicas para a área da segurança pública: Recursos Humanos, Infraestrutura, Gestão do Conhecimento e Integração. “Entre as opções, a Gestão do Conhecimento parece ser a diretamente ligada ao clamor por segurança em tempos da ética da urgência”, reforçou.

Foram apontados aspectos relevantes pelos especialistas e autoridades durante a reunião, como a ausência de um plano estratégico de segurança pública integrado, a fragilidade dos processos de gestão de políticas públicas, e a necessidade de investimentos na educação e na juventude.

O Projeto Brasília 2060 adotou seis áreas temáticas para o processo de experimentação de formulação de políticas, planos e programas: Educação; Saúde; Segurança Pública; Ciência, Tecnologia e Inovação; Mobilidade Urbana; e Cultura, Esporte e Lazer. Entre as ações desenvolvidas no âmbito das áreas temáticas está o desenvolvimento de uma linha de base, como explicou na reunião o professor Paulo Egler, coordenador do Projeto Brasília 2060.

“O projeto tem como atividade principal o resgate do planejamento e das políticas públicas. Buscamos a criação de um sistema de informações consolidado e consistente, que tenha longevidade”, detalhou Paulo Egler. Além da linha de base, foram realizadas consultas a atores estratégicos das áreas temáticas, elaboração de opções estratégicas e pesquisa de documentos relevantes.

Conheça o site do Projeto Brasília 2060: http://brasilia2060.ibict.br

 

Patrícia Osandón
Projeto Brasília 2060

Créditos da imagem: Victor Almeida

Data da Notícia: 23/02/2016 11:55